Relatório da ABEEólica destaca que a capacidade eólica no Brasil chegou a 10,74 GW em 2016

A capacidade instalada de energia eólica ao final de dezembro de 2016 foi 10,74 GW, em 430 parques eólicos. Há 7,23 GW em outros 310 parques em construção e contratados que estarão prontos até 2020. Estas e outras informações estão no boletim Dados Mensais ABEEólica, de janeiro de 2017, divulgado nesta segunda-feira, 23 de janeiro, com dados referentes a dezembro de 2016. O estado do Rio Grande do Norte lidera, com 3,31 GW em operação em 125 parques, sendo seguido pela Bahia, com 1,75 GW e 73 parques e pelo Ceará, com 1,63 GW distribuídos em 68 parques eólicos. O Piauí já começa a despontar no cenário, com 854,4 MW em operação em 33 parques.

Na geração de todas as fontes, a eólica foi responsável por 4,58 GW médios dos 61,81 GW médios da geração total das usinas em operação comercial e em teste. Ainda segundo o balanço da ABEEólica, a curva da capacidade instalada da fonte eólica demonstra o crescimento da fonte no decorrer dos anos. A composição dos dados é feita através da consolidação das capacidades contratadas nos ambientes de contratação livre e regulado. Há também a contabilização da usina eólica Tubarão, fruto de um programa de Pesquisa & Desenvolvimento. Ao final de 2020 serão 17,96 GW instalados em território brasileiro.

O balanço mensal contém atualização sobre a divisão da matriz elétrica, geração das diversas fontes, gráficos com informações sobre capacidade instalada e em instalação nos diferentes estados, dados de geração e fator de capacidade, além dos valores de emissão de CO₂ evitados pela fonte eólica.

Conheça mais sobre esses dados acessando o documento completo: http://www.abeeolica.org.br/wp-content/uploads/2017/01/Dados-Mensais-ABEEolica-01.2017.pdf

Fonte:Abeeólica

Compartilhe