Para construir um edifício sustentável, arquitetos e construtores procuram desenhar seus projetos, a fim de atenderem as boas práticas exigidas pelas certificações de construções verdes existentes no mercado. No Brasil, uma das certificações que mais tem ganhado espaço é a LEED (Leadership in Energy and Environment Design), emitida pelo GBC (Green Building Council).

Para uma edificação obter essa certificação, é necessário adquirir créditos em diferentes quesitos. Dentre os créditos exigidos, um deles é o de economia de energia.

O ótimo desempenho energético do cobre, é um dos fatores que contribui para que uma edificação construída de acordo com a ABNT NBR 15.920, garanta créditos LEED. Isso porque, essa norma trata da escolha econômica de seções de condutores com base em perdas por efeito joule (energia elétrica dissipada em forma de calor devido à resistência elétrica do condutor), bem como às emissões de CO2 resultantes da geração extra de energia para compensar estas perdas.

Para apoiar a ABNT NBR 15.920, o Portal Leonardo Energy disponibiliza o Manual de Dimensionamento Econômico Ambiental que visa orientá-lo a dimensionar os condutores elétricos de uma instalação considerando um conceito energeticamente mais eficiente e ambientalmente mais amigável possível.

Clique aqui e conheça mais:

http://leonardo-energy.org.br/wp-content/uploads/download-manager-files/Manual%20de%20Dimensionamento%20Econ%C3%B4mico%20Ambiental_rev.%20Jan%202016.pdf

Compartilhe