Dentre os diversos assuntos comentados e discutidos durante a crise econômica brasileira, um deles sem dúvida é sobre a economia de energia, e a capacidade que indústrias e edifícios, sejam eles comercias ou industriais, tem para usar a energia de maneira consciente.

O uso consciente de energia é cada vez mais relevante, e um dos desafios para os profissionais dessa área é a de tornar as instalações elétricas, além de seguras, mas eficientes.

A energia elétrica dissipada em forma de calor devido à resistência elétrica do condutor (perda joule), bem como às emissões de CO2 resultantes da geração extra de energia para compensar estas perdas joule podem ser reduzidas através do aumento da seção nominal dos condutores elétricos. No entanto, como isto significa aumentar o custo inicial do cabo, dos seus acessórios e da mão de obra de instalação, é interessante encontrar um compromisso entre a redução das perdas “versus” o aumento do custo inicial da instalação.

Para que você possa se aprofundar nesse assunto, quando estiver desenvolvendo seus seus projetos elétricos, recomendamos que faça o download de dois materiais desenvolvidos pelo Procobre e disponíveis no site do Leonardo Energy:

  1. Brochure Técnico – traz orientações para dimensionar os condutores elétricos de uma instalação considerando um conceito energeticamente mais eficiente e ambientalmente mais amigável possível. http://goo.gl/cI9mUR
  2. Software – para que deseja colocar na prática o dimensionamento econômico, esse software facilita a aplicação das equações envolvidas nos dimensionamentos econômico e ambiental de condutores elétricos de baixa tensão. Mostra como somar os custos iniciais, custos operacionais e custos totais de grupos de circuitos, obtendo assim a economia total e o período de retorno de investimento global de uma dada instalação, além de obter a redução total nas emissões de CO2 resultantes dos dimensionamentos ambientais. http://goo.gl/yQAef0

Construções mais verdes, também dependem de instalações elétricas mais eficientes!

Compartilhe