Imagem relacionada

A Gestão de Energia possui um papel fundamental no progresso da eficiência energética. Sempre alinhada às questões mundiais de sustentabilidade, ela vem, a cada dia, contribuindo para o aperfeiçoamento do desempenho energético nas empresas.

Como é sabido, a gestão de energia eficiente vem se tornando uma exigência mundial e para estar dentro das normas há a necessidade da obtenção da certificação ISO 50.001.

 

Mas o que é a ISO?

A ISO (International Organization for Standardization) é uma federação mundial de organismos nacionais de normalização (organismos membros da ISO).

Todo e qualquer tipo de trabalho para a preparação de Normas Internacionais, é realizado através de comitês técnicos da ISO. Todos os projetos de Normas Internacionais adotados pelos comitês técnicos são distribuídos aos membros para votação. A publicação como Norma Internacional requer aprovação de pelo menos 75% dos membros, com direito a voto.

E a ISO 50.001, qual seu objetivo?

A ISO 50.001 foi elaborada pelo Projeto Comitê ISO / PC 242, Gestão de Energia. Ela foi criada para definir as práticas de gestão de energia. Para que esta norma fosse elaborada, especialistas em gestão de energia de mais de 60 países se uniram auxiliando população na economia de energia, reduzindo custos e atendendo as exigências ambientais.

O objetivo da ISO 50001 é permitir que as organizações, independente de condições geográficas, culturais ou sociais, estabeleçam sistemas e processos que melhorem o desempenho energético, incluindo a eficiência energética e a economia de energia. Além disso, essa norma se destina à redução das emissões de gases e outros impactos ambientais, relacionados à energia e os custos que esse sistema de gestão promoverá.

Quais as exigências da ISO 50001?

Para que as organizações se adequem à ISO 50001, elas precisam cumprir algumas exigências estabelecidas pelas normas, como o desenvolvimento de uma política interna para o uso mais eficiente da energia; a fixação de metas e objetivos para atender tal política; o uso de dados para melhorar a compreensão e tomada de decisões sobre o uso de energia; a realização da medição dos resultados; a revisão frequente do funcionamento da política estabelecida; a melhoraria contínua da gestão da energia.

Conforme dados disponíveis no site da ABNT, uma pesquisa realizada pela ISO, mostrou que já foram emitidos cerca de 12 mil certificados de Sistemas de Gestão de Energia ISO 50.001 e mais de 300 mil certificados da ISO 14.001 em sistemas de gestão ambiental, em todos os setores ao redor do mundo.

Veja abaixo 5 dicas úteis para controlar o desperdício energético.

desempenho energetico

Conheça mais sobre a ISO 50.001 através do Webinar – Guia para Aplicação da Norma ABBNT NBR 50.001 – Gestão de Energia – clique aqui

Fonte: ABNT #ISO50001

 

Compartilhe