Como seria um futuro com luz? Difícil de acreditar, mas em pleno século XXI, na Era da Tecnologia e da Comunicação, essa é a pergunta que milhares de brasileiros fazem diariamente, afinal, são inúmeras as residências em nosso país que ainda não possuem eletricidade.

Na Comunidade de Salgueiro, no interior de Pernambuco, essa é a realidade de muitas famílias. A comunidade fica apenas a 100 metros de distância de uma Subestação de Energia, e os moradores convivem com o sonho de um dia poderem ligar a televisão em suas casas.

Criado em 2003, durante o 1º ano do Governo Lula, o Programa Luz Para Todos, levou energia elétrica para as residências de cerca de 15 milhões de brasileiros até o ano de 2015, segundo aponta os dados disponíveis no Anuário de Estatística de Energia Elétrica 2016, produzido pela ANEEL.

Infelizmente, o prazo inicial do Programa Luz Para Todos, para que todas as residências brasileiras possuíssem energia elétrica, se encerrava em 2008. Quase 10 anos depois do prazo final estipulado, ainda há um déficit de quase 260 mil residências sem energia elétrica, o que significa que cerca de 1 milhão de brasileiros ainda vivem sem eletricidade.

Essa triste realidade não é somente privilégio do Brasil, no mundo há cerca de 1,3 bilhões de pessoas que vivem sem eletricidade.

Dada a relevância do tema, a ONU, por meio do PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – criou o Programa Action4Energy, que visa criar ações que incentivem a busca de soluções simples, viáveis e sustentáveis, para que milhares de famílias possam viver com o mínimo de dignidade.

Aqui no Site do Portal Leonardo Energy, você pode conhecer um pouco mais sobre este assunto, acessando os documentos disponíveis para download gratuito em Iniciativas – Acesso à Energia.

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe