Quais Fatores são Importantes para a Escolha de um Motor com Alto Nível de Eficiência Energética?

Além da economia de energia, dinheiro e carbono, os motores com eficiência energética têm outros impactos indiretos que podem torná-los mais ou menos atraentes. Abaixo relacionamos alguns pontos que devem ser levados em consideração:

  • Os motores com eficiência energética têm menos perda de energia e produzindo assim menos calor. Isto é particularmente importante nas aplicações de resfriamento onde o trabalho extra deve ser feito para remover esse calor;
  • As perdas mais baixas significam que pode ser possível a utilização de um ventilador menor, tornando o motor mais silencioso. Fator importante em hospitais e outras aplicações residenciais;
  • Para cumprir os padrões dimensionais da IEC, a distância entre os orifícios de montagem e a frente, e a altura e diâmetro do eixo deverão permanecer sempre iguais. É, portanto, o comprimento do Non Drive End (geralmente equipado com um ventilador) para os orifícios de montagem do motor que aumentará à medida que a eficiência for aumentada. Isso deve ser verificado quanto ao ajuste, pois pode ser um problema em máquinas compactas embaladas. O uso de motores de rotor de cobre permite um pacote menor e mais compacto.
  • Eficiências maiores são comumente obtidas pelo uso de material ativo adicional (aço e fio), porém isso significa significa maior peso do motor. Este pode ser um problema, que faz com que a estrutura de suporte tenha força limitada;
  • Os motores com eficiência energética terão um deslizamento menor, funcionando um pouco mais rápido, e assim proporcionando mais energia à carga. Em algumas aplicações descontroladas, isso reduzirá a economia de energia. Esta desvantagem pode ser superada pelo uso de controles melhorados ou re-especificação ligeira da transmissão ou carga movida;
  • Durante o arranque, a corrente do motor será muito maior do que no funcionamento normal. Em operações de ciclismo freqüentes, a maior inércia do motor mais pesado significam que essas perdas de arranque durarão por mais tempo, e assim o benefício geral de economia de energia será reduzido.

Fonte: www.leonardo-energy.org

 

 

Compartilhe