No último dia 09 de setembro, presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Ricardo Lewandowski, inaugurou as instalações reformadas do antigo prédio do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) localizado no Bloco B da 514 no Distrito Federal em Brasília.  Construído na década de 70, prédio apresentava problemas estruturais, como de infiltração e superaquecimento no circuito de energia, entre outros. “Conseguimos revigorar e reestruturar o prédio próprio onde todos irão trabalhar. Um prédio que foi reformado em tempo recorde”, comemorou o ministro Lewandowski.  

Além da readequação das instalações elétricas, da rede de informática e de prevenção de incêndio foi construída rampa na área externa do prédio, para permitir o  acesso de pessoas com mobilidade reduzida.

O antigo prédio do CNJ comporta, atualmente, o pessoal da área de informática e gestão de pessoas, entre outros. A presidência, o plenário e os gabinetes dos conselheiros ficam na nova sede, no Bloco D.

Edificações antigas, construída nos anos 70 e que nunca passaram por uma readequação das instalações elétricas é sinal de perigo e alerta. As instalações elétricas planejadas naquela época não comportam a quantidade de equipamentos e aparelhos eletro-eletrônicos.

É necessário criar um senso de urgência para garantir segurança elétrica, para as vidas humanas que habitam os edifícios. Reformar as instalações elétricas antigas é uma questão de utilidade pública!

Conheça os benefícios da certificação elétrica: http://leonardo-energy.org.br/wpdm-package/certificacao-de-instalacoes-eletricas-de-bt/

Compartilhe